Noticia

Prêmio incentiva pesquisa em glaucoma no Brasil

O glaucoma é principal causa de cegueira irreversível no Brasil e afeta cerca de 1 milhão de brasileiros, mas, como a maioria dos casos não apresenta sintomas e como nem todos seguem a recomendação de consultar o oftalmologista uma vez ao ano, muitas pessoas ficam sem diagnóstico até que tenham danos mais graves à visão.

Além disso, estima-se que 30% dos pacientes diagnosticados não sigam o tratamento proposto.

Para incentivar a pesquisa e a conscientização sobre o glaucoma, a companhia farmacêutica Mundipharma criou o programa “Residentes de Visão – Visibilidade para o Conhecimento”, que premiou, com todo o suporte para participarem do 61º Congresso Brasileiro de Oftalmologia, os dez residentes de oftalmologia que produziram os melhores artigos científicos sobre glaucoma.

O programa recebeu 36 trabalhos, de 26 instituições de ensino de todo o país. Os destaques foram anunciados em um jantar na quinta-feira (7), para cerca de 100 médicos convidados em Fortaleza (CE), durante o Congresso.

Os três primeiros lugares apresentaram seus trabalhos ao público do evento, com inovações e contribuições para os cuidados com o glaucoma. O primeiro lugar ficou com a Dra. Izabela Almeida, residente da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), pelo artigo “Hemorragia de disco no glaucoma: avaliação vascular através da capilaroscopia e do laser doppler periungueal”. O segundo, com a Dra. Ludmila Nascimento P. Silva, residente do Hospital Oftalmológico de Brasília, pelo artigo “Selective laser trabeculoplasty outcomes in brazilian patients”. O terceiro colocado foi o trabalho da Dra. Renata C. Portela, também da Unifesp, intitulado “Avaliação da doença de superfície ocular em pacientes com glaucoma: parâmetros clínicos, questionários de auto relato pessoal e análises através do Keratograph”.

Os artigos foram submetidos à avaliação, segundo critérios pré-estabelecidos, por uma banca independente de jurados, composta por grandes nomes da oftalmologia no país e coordenada pelo Gerente Médico da Mundipharma Eduardo Aguiar.

“Como um dos líderes no mercado de colírios para tratamento do glaucoma, estamos comprometidos a investir em educação médica continuada e conscientização pública sobre o tema”, disse Aguiar. “O glaucoma é silencioso e não produz sintomas até que esteja em estado avançado. As pessoas precisam saber desse risco e da importância do exame periódico. Com conscientização e estímulo à capacitação da classe médica sobre o tema, podemos avançar muito no combate à doença”.

Sobre a Mundipharma A Mundipharma é uma farmacêutica que entrega produtos de alta qualidade, alinhados com os valores de inovação e compromisso com os pacientes, que representam a empresa. Tem como missão aliviar o sofrimento das dores causadas pelo câncer e outras enfermidades e de melhorar substancialmente a qualidade de vida das pessoas tratadas. A Mundipharma está dedicada a trazer novos tratamentos e oferecer opções preventivas em áreas como a dor, oncologia, oftalmologia, artrite reumatoide, curativos e antisséptico de cuidados pessoais.

Fonte: opticanet

Search